terça-feira, 3 de novembro de 2009

Parada Gay - Rio de Janeiro

Para a Parada Gay domingo no RJ foram gastos R$100 mil, com promessa de aumento para o ano que vem para R$800 mil - valor revelado por Cláudio Nascimento, superintendente dos direitos humanos.


É obvio que o evento atrai turistas e eventos para a cidade, mas quem deveria financiar são os hotéis, restaurantes e o comércio das redondezas... Nada contra meus amigos do arco-íris, mas com tantos problemas nas áreas de educação, segurança e saúde, é justo usar o dinheiro do contribuinte assim?

3 comentários:

Barbara Bastos disse...

Totalmente apoiada!!!
Concordo plenamente com a ideia de financiamento privado para este tipo de evento. Escrevi aé um POst sobre isso, há algum tempo. Chama-se Priscila no Brasil. Lá eu falava sobre o absurdo de dinheiro gasto nesses eventos. Dinheiro que, como vc concorda, pode ser utilizado na educação, segurança e saúde. Antes que quaquer doido que leia isso pense, não sou homofóbica. Apenas entendo que ser gay não é, nem nunca será, prerrogativa para ser menos capaz. Mas ser analfabeto e subnutrido sim.
Vamos acordar gente. Nós não somos Alice, e o Brasil não é o país das maravilhas!

Bjs

Amei o Post!!!

Passa lá no Ideias!!!

Cara Pálida disse...

Oi Ana Gabi, tudo bem? Sempre frequentei aqui, mas acabei me atrapalhando com alguns compromissos e dei um tempo, voltando apenas agora. Acredito que devemos sim pensar também numa distribuição correta e igual desse dinheiro. A parada gay não deve ser deixada de lado, mas devemos usar parte desse dinheiro e investir na educação e saúde, uma parte que é muito deficiente nesse nosso Brasil!

Júlia M. disse...

Acho que esse tipo de evento deve ser financiado pelo dinheiro público, sim (pelo menos em parte). É uma questão pública, afinal... é uma forma que o governo tem de se posicionar diante da manifestação de "diferenças" (que eu nem acho tão diferentes assim, mas não achei outro termo agora). É uma questão que merece atenção, como a educação ou a saúde.

Gastar verba com isso é o de menos... o que não dá é desviar a verba que devia estar sendo investida na educação e na saúde pro bolso dos políticos, dos empresários, dos traficantes... pq dinheiro a gentem tem, e muito!