domingo, 18 de setembro de 2011

Paz e amor e a filosofia hippie


O símbolo "Paz e Amor"  foi originalmente criado, em 1958, para uma campanha de desarmamento nuclear, mas ficou famoso na década de 60 por representar o movimento anti-guerra e toda uma geração em que o amor ao próximo era cultuado e a não-violência incentivada.


Ser hippie é muito mais que usar brinco de pena, saião e rasteirinha... É seguir uma filosofia de  vida que enfatiza a liberdade, a paz, o amor e um respeito pelo outro e pela terra.








Leia mais aqui: http://hippiesealternativos.multiply.com/journal/item/3?&show_interstitial=1&u=%2Fjournal%2Fitem

2 comentários:

O Profeta disse...

Tenho uma fé feito de mil cores
Uma paleta onde misturo as emoções
Este pincel deixa tanta marca vibrante
E um mundo imenso de contradições

Pinto rostos, o céu, a saudade
Pinto mentiras, corações sem chama e verdades
Pinto o Mundo muito à minha maneira
E um barco carregado de puras saudades

E apago o olhar para ver melhor
Para sentir o dizer de um amarrotado papel velho
O que vejo está muito para lá de sentir
Nesta…Outra face do Espelho…

Mágico beijo

LuH disse...

Bem existencial, Ana!
Desse tempo histórico surgiram algumas teorias humanisticas da psicologia, que preza pela aceitação incondicional do ser humano.
Amor ao próximo e não-violência!
Quantos ícones maravilhosos na arte, na ciência, etc nasceram dessa construção social... na época tidos como fora da regra, anormais, desordeiros, anarquistas, e hoje vistos com respeito e admiração por terem se exposto e conseguido modificar algo em nós.

Adorei o post!!
Ana Gabi, teu nome tem um poquinho de ANArquia, deve ser por isso que gosto tanto de te ler
:)

Abç, minha flor!
:)