sexta-feira, 6 de abril de 2012

Nem putas, nem santas!



NUNCA chamarei PUTA a outra mulher; 
NINGUÉM poderá convencer-me no calor do momento a NÃO USAR CAMISINHA;
 JAMAIS engravidarei para ter um homem AO MEU LADO; 
NINGUÉM PODERÁ ME JULGAR pelo número de pessoas com quem FAÇO SEXO;
 TENHO a responsabilidade de LUTAR pelos direitos da MULHER; 
NÃO ACEITAREI NENHUM TIPO DE VIOLÊNCIA contra mim; 
NÃO ME DARÁ NEM MEDO NEM VERGONHA se eu gosto de mulheres; 
as MULHERES QUE “FICAM PRA TITIAS” NÃO EXISTEM, eu DECIDO se me caso ou não.

2 comentários:

Ludmilla disse...

Muito bom!

Mah Beira disse...

Adorei... simples assim.