quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Educar nos três tempos: passado, presente e futuro

"Eu educo hoje, com os valores que recebi ontem para as pessoas que são o amanhã.

Os valores de ontem, os conheço. Os de hoje, percebo alguns.

Dos de amanhã, não sei. Se só uso os de ontem, não educo: condiciono.

Se só uso os de hoje, não educo: complico.

Se uso os de amanhã, não educo: faço experiências às custas das crianças.

Se uso os três, sofro. Mas educo.

Por isso, educar é perder sempre, sem perder-se.

Educa quem for capaz de fundir ontens, hojes e amanhãs, transformando-so num presente onde o amor e o livre arbítrio sejam as bases.

Educa quemn educará porque é capaz de dotar os seres dos elementos de interpretação dos vários "presentes" que lhe surgirão repletos dos "passados" em seus "futuros". "


Arthur da Távola

Um comentário:

Barbara Bastos disse...

Ai Jesus!! Que Post foi esse...Maravilhoso!!!! Amei, Amei , Amei!!!!!
Olha, vai lá no Ideias que tem um mimo pra ti!!!!!
e menina, cadê o artigo?