terça-feira, 9 de março de 2010

Fragilidade



Segundo o dicionário, fragilidade é:
s. f. Facilidade para se quebrar, para se deteriorar.
Fig. Instabilidade, falta de resistência.


Estive pensando sobre a fragilidade das coisas e no fato de como grandes estruturas edificadas ao longo de anos - como o amor, a fé e a esperança - podem se desmoronar a um leve sopro do vento. E quando nossos castelos são destruídos, nos damos conta do quão frágeis somos perante as forças do acaso.




Mesmo assim, será que somos marionetes nas mãos do destino?? Ora, se observarmos a chama de uma vela acesa ao vento ou uma fruta mal cultivada percebemos o quanto certos acontecimentos dependem do que fazemos (ou deixamos de fazer).
Algo frágil, caso seja precioso e importante para você, precisa ser protegido e cuidado. Se você atirar uma pedra na flor, a pedra não se machucará, mas a flor será destruída.

Portanto, seja o guardião das coisas que você tem de precioso, pois como disse Antoine de Saint-Exupèry, no livro O Pequeno Príncipe:






"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."

3 comentários:

Betty Gaeta disse...

Vc escreve muito bem! Tb pudera, é professora. Gostei do texto e como vc tb gosto do Pequeno Príncipe.
Parabéns pelo Blog.
Bjkas

Barbara Bastos disse...

Singelas palavras, mas com significado profundo.
O pequeno Príncipe foi o toque especial.
Bjs

Júlia M. disse...

Esse post tem muito a ver com o momento que tô passando... é uma reflexão que tá sempre na minha cabeça. Ainda bem, pq nunca devemos nos esquecer disso, né?

Beijos!