quarta-feira, 15 de abril de 2009

- Pra quem me odeia

Eu te amo!

É seu ódio que me dá forças para continuar.

Sei que vc vive falando de mim por aí, e esse tipo de propaganda boca a boca não tem preço. Todos ficam interessados em conhecer uma pessoa tão o oposto de vc.

Vc poderia estar fazendo outras coisas- cuidando da sua vida, dedicando-se ao seu trabalho, estudando um pouco. Mas não: vc prefere gastar seu tempo me detestando. Não sei nem se mereço tamanha consideração.

Prometo não mudar, principalmente nos detalhes que vc mais detesta.

Prometo jamais te responder à altura quando vc for grosseiro comigo. Pois sei que isso te faria ficar feliz com uma atitude minha, sendo uma ameaça para o sentimento tão puro que você me dedica.

Prometo que se algum dia, vc deixar de me odiar sem motivo, mesmo assim continuarei te amando. Porque eu não sou daquelas que esquece de quem contribuiu para seu sucesso.

Pena que vc não esteja me vendo neste momento, pois veria o meu sincero sorrisinho agradecido - e me odiaria ainda mais.


Fernanda Young

__




Adoro a Fernanda e este texto para mim é perfeito!
Infelizmente, por mais gentil e educada que uma pessoa seja, ela sempre tem alguém que não vai com a sua cara sabe-se-lá-porquê, né?!

Admito que o que mais me odeia é ter uma criatura que anda com meu nome sem eu
nem ter consciência disso. E o pior é que às vezes eu estou muito feliz na minha ignorância e lá vem alguém contar a última que a pessoa falou de mim (Pior ainda quando é algo inventado, né?!).

Será que a minha vida é tão interessante assim???
Há alguém que pega no seu pé, enche a porra do seu saco, vasculha a sua vida e inventa histórias a seu respeito?

Eu procuro ignorar... E vocês, como fazem?

4 comentários:

Barbara Bastos disse...

Fala sério Gabi!!!
Dá vontade de matar!!!
Mas para essa gente só a indiferença resolve.
Mil beijos
Barbara

Talita do Vale disse...

Tem uma pessoa aí muito mais velha que eu q não vai com a minha cara... Eu acho ridículo. Já que ela poderia ser minha mãe ¬¬°

Fala por trás.

Na verdade ela não não fala mal, de inventar... ela só tenta me inferiorizar a qualquer modo. Nunca na minha frente, mas pra outros, mas sempre fico sabendo.
Fala algo pra mim e depois fala o oposto pra outra pessoa.
A primeira coisa que me falou qd a conheci foi q eu tinha q aprender a ser falsa. Aí já dá pra imaginar...

Eu sei q ela não gosta de mim e a trato totalmente normal. Dando a perceber, é claro, que ela não consegue o que quer.
Acho que a indiferença é a melhor coisa nessa situação.
Ser indiferente é totalmente um tormento pra pessoas do tipo.

;**

Júlia M. disse...

Parece clichê, mas é verdade... isso é inveja pura. Dá raiva, mas no fundo é como a Fernanda Young escreveu... falem mal, mas falem de mim, né?

Beijo!

Dani Sylvestre disse...

AMO A FERNANDA, queria ser amiga dela!

Vc leu o "Tudo o que vc precisa fazer" ? Sou outra mulher depois dele!

Beijos