segunda-feira, 6 de abril de 2009

Será o fim do vestibular?

O Ministério da Educação está tentando substituir o vestibular pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), inclusive nas universidades federais.

Para isso ocorreriam mudanças no Enem, que de 63 questões e uma redação passaria a ter 200 questões de múltipla escolha e uma redação (e seria aplicado em dois dias!)

As questões seriam divididas em quatro grupos: linguagens (incluindo português, inglês e a redação), matemática, ciências humanas e ciências da natureza.

Alguns criticam que a autonomia das universidades ficaria comprometida.
Eu, como professora, acredito que teríamos mais liberdade no currículo escolar, pois é o vestibular que define o que os alunos do ensino médio vão estudar. Além disso, como a prova do Enem é baseada em raciocínio (analisa competências mais do que conteúdo) a decoreba iria diminuir.

O ingresso pelo Enem tem tudo para ser mais eficiente e democrático. Seria uma prova única, e o aluno, com nessa nota, poderia se candidatar para vagas em qualquer uma das universidades. Do Oiapoque ao Chuí, hehe!

É esperar pra ver, né?!
E aí, o que vocês acham???

Leia mais no G1

4 comentários:

Rafaela. disse...

Poxa, seria uma dádiva! Mas isso me revolta porque sei que só vai acontecer depois que eu me matar de tanto estudar pra conseguir entrar em Jornalismo na UFRJ! rs
Mas ah, 200 questões é bem pesado né? Dois dias de prova mais ainda! Fiz o ENEM ano passado e voltei pra casa esgotada pelas horas de prova, imagina isso tudo em dois dias? Mas como nem tudo pode ser fácil senão a pessoa fica fresca... eu acho válida a unificação do vestibular até pra evitar que rolem aqueles comentários de que passar pra uma determinada é mais fácil que para outra :)
Sem contar que a prova do ENEM tem muito mais chances de dar certo, já que não sabendo a resposta de cara, é só ler mais algumas vezes que de repente sai x)

Adorei o post, esse ano estou me antenando nos assuntos educacionais.

Beijoos!

Peter disse...

Será mesmo que vai dar certo mew?
Eu tenho minhas dúvidas pq o governo digamos que perdeu uma certa credibilidade, se é que vcs me entendem..uhahua

Não é nem pelo fato de serem dois dias de prova com 200 questões não...Afinal..a Fuvest tb acontece em 2 fases, pelo contrário, dá até pra se concentrar mais nas devidas matérias, só que o sistema educacional é tão ridículo no nosso país que me leva a crer que isso será mais uma tentativa inútil.
Tipo, a idéia é bem legal, mas o sistema de ensino não dá o suporte necessário pra que isso seja viável.
Agora é esperar e ver no que vai dar neh..

Bjux

Haydée Borges disse...

Meu sonho era o fim do vestibular. Eu não aguentava fazer prova todo fim de semana, cada vez pra uma universidade diferente, estudando conteúdos diferentes... Sério, muito estresse, muita enxaqueca, muita gastrite... E eu nem lembro direito do Enem, só sei que não fui muito bem, só que o resultado foi o suficiente pra eu ser aceita em duas universidades. De qualquer forma, uma prova única era a melhor coisa que poderia acontecer. Sério, começo a invejar os futuros universitários...

Barbara Bastos disse...

Muitas águas ainda têm que rolar para que algo aconteça. Infelizmente o Brasil ainda não entrou nos trilhos corretos no que diz respeito à educação. Vamos aguardar pra ver.
bjs