quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Educação, bom senso e elegância

Educação e elegância há muito estão esquecidas em várias esferas de nossa vida, principalmente na virtual, né?
Eu tenho orkut, blog, msn e flickr e a quantidade de fakes, anônimos covardes e gente sem noção que aparece para ser grossa e mal educada porque se esconde atrás de um computador chega a me assustar! Já fui alvo de algumas coisas desagradáveis, mas estou postando mais pelo que vejo por aí...
Convenhamos, bom senso e educação nunca são demais, né?



JEITO DE SER

"Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja
cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que
abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a
hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando
não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.
É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.
Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam
longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.
É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz
ao se dirigir a frentistas.
Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem
prazer em humilhar os outros.
É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece,
é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete
e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte
antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

Oferecer flores é sempre elegante.
É elegante não ficar espaçoso demais.
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.
É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.
Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo,
a estar nele de uma forma não arrogante.
Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação,
mas tentar imitá-la é improdutivo.
A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe
de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que
acha que com amigo não tem que ter estas frescuras.
Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os inimigos é que
não irão desfrutá-la.
Educação enferruja por falta de uso. E, detalhe: não é frescura."

Martha Medeiros

7 comentários:

Kerou disse...

Ana Gabi, jah tinha visto esse texto da Martha medeiros e adorei!1 realmente elegancia nao é apenas uma coisa que se aprende!!

beijokas**

Nayane disse...

Educação realmente não é pra todo mundo não. Sabe, eu tbm já passei por um constrangimento, fizeram um orkut falso dizendo horrores de mim, essa gente naum tem o que fazer não Gabi? Parece até coisa de doidooo.. rsrs. Valew pela dica q do orkut, é massa msm.

P.S: Já te falei que amo suas postagens? Pois é, eu amooooo, adoro o jeito q vc escreve, parece uma conversa...


Beijão!

Cila Bairral disse...

Tem selinho pra vc no meu blog!!!

Bjokas

Aninha disse...

oieee
entao perdi nesse mes de janeiro, sexta pra fechar vou pesar pra ver qto da o saldo total...mas aparentemente ainda nem da pra ver muita diferença, afinal ainda to na casa dos noventa neh...
bjcassssssssss

manzas disse...

Encontrei este blogue por acaso…
Gostei e voltarei, com certeza…

Há dias…
Em que acordamos chuvosos
Ensopados em saudades choradas
Sentimentais, românticos
Emotivos, fantasiosos…
Amarrados em manhãs geladas

O eterno abraço…

Bala Salgada disse...

Que bacana, muito obrigada por lembrar da Bala Salgada!

Toda sorte do mundo pra você, linda!

Barbara Bastos disse...

Completamente certo!!!!
Bom senso e educação nunca são demais!!
Forever and ever...